sdo@stf.jus.br +55 (61)3217-3000

A preservação do patrimônio histórico

  • Categoria: Reuniões (IPHAN)
  • Data: 10 de dezembro de 2019

Reunião com IPHAN para garantir preservação do patrimônio histórico

Brasília possui o título de Patrimônio Cultural da Humanidade e qualquer intervenção nos monumentos tombados deve seguir critérios específicos quanto ao tipo de material e técnica empregada para a conservação e restauração. No Palácio do STF, a reforma é acompanhada por equipes do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

O arquiteto Anderson Schneider, da CMPA, ressalta que alguns aspectos técnicos são vistoriados de perto pela autarquia. "Não só houve a autorização do Iphan, como eles também estão interessados em visitar a obra para conhecer as técnicas utilizadas e ver alguns detalhes da construção", comenta.

Anderson acredita que o STF está abrindo caminho para futuras reformas nos demais palácios da cidade. "Essa restauração das esquadrias, em um patrimônio histórico moderno como o Supremo, é pioneira em Brasília e uma das primeiras do mundo. É bastante relevante o que estamos prestes a fazer, inclusive para haver uma garantia de que teremos um produto de mais qualidade", conclui.