Outubro Rosa: STF se ilumina para alertar sobre o câncer de mama

Durante o mês, empresas, órgãos públicos e monumentos recebem iluminação rosa, que remete à cor do laço que simboliza a luta contra a doença.

05/10/2020 17h28 - Atualizado há

O Supremo Tribunal Federal (STF), mais uma vez, aderiu ao Outubro Rosa, campanha mundial de conscientização e combate ao câncer de mama. Durante o mês de outubro, quem passar pela Esplanada dos Ministérios, em Brasília, poderá admirar a fachada do edifício-sede com iluminação especial, em tons de rosa.

A iniciativa foi criada no início da década de 1990 pela Fundação Susan G. Komen for the Cure e tem como objetivo compartilhar informações, promover a conscientização sobre a doença e proporcionar maior acesso aos serviços de diagnóstico e tratamento, contribuindo, assim, para a redução da mortalidade. A intenção é estimular a prevenção da doença e a busca do diagnóstico precoce, por meio de autoexame, visita aos profissionais de saúde e realização de outros procedimentos.

Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), mais de 60 mil novos casos foram registrados em 2020. Neste ano, a pandemia de Covid-19 tem desestimulado as pessoas a procurar serviços de saúde, de acordo com a Agência Senado. O médico Gil Facina, membro titular da Sociedade Brasileira de Mastologia, alerta que todos os serviços de diagnóstico sofreram uma redução drástica no número de pacientes, e o atraso na detecção da doença pode reduzir as chances de cura.

 

Colaboração: Ana Flávia Castro