Peticione e acompanhe processos: Peticionamento Eletrônico

O que você procura?

É falso que ministro Gilmar Mendes tenha dito que sairá do STF em caso de vitória de Bolsonaro

Internautas repostaram ‘fake news’ antiga e texto viralizou. STF alerta para importância de não acreditar em fontes não confiáveis e com dados alarmistas ou teorias conspiratórias.

06/10/2022 10h20 - Atualizado há

13895 pessoas já viram isso

Mensagens falsas postadas no Twitter afirmam que o ministro Gilmar Mendes, decano do Supremo Tribunal Federal, disse que sairá da Corte em caso de vitória do presidente Jair Bolsonaro nas Eleições. O ministro Gilmar Mendes jamais deu tal declaração e trata-se, portanto, de uma “fake news”.

Na manhã desta quinta-feira (6), um dos posts tinha mais de 10 mil curtidas e 2,7 mil retuítes. Outro tinha 7 mil likes e 2 mil retuítes. Um terceiro, 200 curtidas e 50 retuítes. Como parte do Programa de Combate à Desinformação, a equipe de Comunicação do STF denunciou os três posts como notícias falsas e elaborou a nota de desmentido.

Não é a primeira vez que isso circula na internet. No ano passado, a AFP Checamos já havia narrado que publicações compartilhadas milhares de vezes faziam a mesma afirmação (veja aqui). Porém, não havia nenhum registro da declaração. Além disso, a frase já havia sido atribuída ao ministro durante a campanha eleitoral de 2018 (confira aqui).

#VerdadesdoSTF

O STF alerta para a importância de não repassar informações publicadas em locais não confiáveis e com dados alarmistas ou teorias conspiratórias.

Para conscientizar a sociedade sobre a importância do papel de cada um para evitar a propagação de notícias falsas sobre o STF e seus ministros, o Supremo Tribunal Federal lançou a série #VerdadesdoSTF, na qual informações falsas ou deturpadas atribuídas à Corte e aos seus ministros são objeto de esclarecimento. Clique aqui para ver o site.