Nota Oficial

Leia a íntegra de nota sobre atribuição indevida de declarações ao ministro Celso de Mello, decano do Supremo Tribunal Federal.

02/11/2018 10h45 - Atualizado há

Não procede informação divulgada na mídia, nesta sexta-feira (2), de que o decano do Supremo Tribunal Federal, Ministro Celso de Mello, ter-se-ia sentido “ultrajado” com a perspectiva de posterior indicação de Sérgio Moro ao STF, em vaga decorrente da futura aposentadoria do decano. O Ministro Celso de Mello jamais deu qualquer declaração a respeito do assunto e repudia, veementemente, a notícia divulgada.

Secretaria de Comunicação Social do STF